Entre o terror e o suspense, o longa revela perigos da exposição imprudente na internet pela notoriedade.

Em um breve contexto, a protagonista Alice, que também corresponde ao seu nome de usuário Lola, atua como Cam Girl, sendo paga para exibir-se fisicamente, além de obedecer e satisfazer os prazeres sexuais de quem a assiste. Durante as constantes exibições, é explorada a ambição e a imprudência da protagonista para elevar-se no ranking entre as mais assistidas. Mas tais acontecimentos trazem consequências trágicas e enigmáticas para a personagem, com uma trama intrigante e atrativa, aplicando-se perfeitamente a realidade da sociedade atual.

Mesmo com um enredo simplista, a direção de Daniel Goldhaber (Bad Kid, 2013) consegue facilmente prender a atenção do espectador com um thriller tecnológico e psicológico que se encaixa ao cotidiano da vida real. Os perigos da exposição desenfreada dentro ou fora da internet é um assunto contemporâneo e que alcança todas as idades. Apesar da trama abordar um contexto pornográfico, é fácil relacionar com situações simples e corriqueiras do acesso às redes sociais, em uma sociedade que entra numa busca constante de aceitação em prol de visualizações e curtidas.

Filme “Cam”, Netflix, 2018.

A atriz Madeline Brewer, que já marcou presença em séries como Orange Is The New Black e The Handmaid’s Tale, trabalha com múltiplas personalidades no decorrer do filme. Horas Alice parece ser uma personagem retraída. Nos momentos como Lola, é superficial e autoconfiante para sustentar a personagem que exibe na internet, em outras apresenta uma personalidade robótica e sem sentimentos.

A parte estética também conversa com a narrativa, trazendo cores mais frias e amenas em ambientes externos, já nos minutos expositivos da protagonista, a iluminação é intensa e obscura entre cores mais chamativas como rosa e vermelho. Apesar do curto tempo, o filme consegue contar com eficiência e um enredo simples e inteligente a mensagem que deseja passar. Em meio a uma sociedade contemporânea imersa nas redes, CAM, traz um reflexo realista e instigante á reflexões sobre os nossos limites na era cibernética.

O longa é produzido pela Netflix em parceria com a Blumhouse Productions. Confira o trailer.

POSTS RELACIONADOS

© 2019 Anitubey - Cinema TV | Todos os direitos reservados |

[email protected]