Reuniões, despedidas e preparativos antes do confronto se destacaram no segundo episódio da série exibido no domingo (21).

Em uma sequência de diálogos e reuniões emocionantes antes da batalha, Winterfell se prepara para a chegada dos Withe Walkers. Com a vinda de Jamie Lannister, plot final do episódio de estreia, é dado o início ao seu julgamento por Sansa, Daenerys e Jon. Insatisfeita com a chegada de Jaime sem um exército de Porto Real para ajudar na batalha, além de lembrar a morte de seu pai, Aerys, no qual Lannister o matou.

A desconfiança de Sansa também é encarada por Jaime, após lembrá-lo dos ataques ao pai Ned Stark. O roteiro de Bryan Cogman é sucinto e bem escrito ao trazer a tona tais desconfianças e incertezas relacionadas ao irmão gêmeo de Cersei, além dos argumentos que Brienne traz para que o mesmo seja perdoado.

A presença de Bran no julgamento ajuda a desenvolver mais a tensão do personagem, mesmo que o Stark não tenha mencionado o empurrão — cena da primeira temporada — ele ainda menciona falas misteriosas sobre o que acontecerá após a luta contra os Withe Walkers.

O segundo episódio chamado “A Knight of the Seven Kingdoms” (Uma Cavaleira do Sete Reinos) é inteiramente focado em Winterfell, uma vez que a batalha acontecerá primeiro no norte. Nos minutos seguintes, as interações seguem com reuniões para marcar possíveis despedidas e diálogos descontraídos antes da grande batalha contra o Rei da noite.

Com um background quase inexistentes, os núcleos entre os casais da série seguem sem grandes motivações — leia-se, Jon e Daenerys. As tentativas que surgem para explicar a existência do casal não fazem sentido dentro do roteiro, como sete temporadas tentando conquistar o trono, desconstruídos em diálogos como: “Eu vim para o norte, lutar a batalha de seu irmão, quem está sendo manipulado aqui?”. O surpreendente surgimento do casal Arya e Gendry, apesar de ambos já terem se conhecido em temporadas anteriores, tal cena é apresentada de forma repentina, ligeira e inconsistente.

A revelação sobre a ancestralidade de Snow para a Daenerys denota-se uma certa tensão entre o casal. Após a descoberta de que Jon é o herdeiro legítimo do trono de ferro, é notório a diferença do comportamento da mãe de dragões, tendo visto que ele pode se tornar seu principal concorrente. A mesma tensão acontece na conversa com Sansa, logo após a Stark confirmar que Winterfell pertence a si mesma e que não irá se curvar. Desta forma, um intrigante clima de tensões políticas é estabelecido, e que possivelmente poderá gerar ainda mais conflitos á frente.

As reuniões que antecedem a batalha são feitas com naturalidade e bastante descontração. Depois que os personagens resgatarem as memórias de suas aventuras e lutas, uma cena belíssima e emocionante acontece quando Jaime nomeia Brienne como Cavaleira após a mesma ter afirmado que não conseguiria a nomeação por ser uma mulher. Momento que marca a ascensão de uma personagem forte e destemida, e mais um ponto na redenção de Jaime Lannister.

Até então, em seus dois primeiros episódios, a série estreou estabelecendo alguns personagens sobreviventes, além de desenvolver tensões políticas, sendo que a trama está a se desenrolar para mais algumas despedidas desta vez definitivas com a chegada dos White Walkers em Winterfell.

Confira o trailer do terceiro episódio!

POSTS RELACIONADOS

© 2019 Anitubey - Cinema TV | Todos os direitos reservados |

[email protected]