A sul-coreana Bae Doona, que deu vida à executiva Sun Bak, em “Sense8” (2015), integra o elenco da série.

Fugindo do habitual conceito de um mundo apocalíptico dominado por zumbis onde os humanos precisam lutar por sua sobrevivência, Kingdom agrega a sua trama às deslealdades e tramoias realizadas por nobres para se manterem no poder. Habituada na Coreia do Sul do século XV, acompanhamos a jornada do herói protagonizada pelo príncipe herdeiro Lee Chang (Ju Ji-Hoon), que precisa lidar com as armações da rainha e dos nobres que almejam por tirar dele o direito ao trono e acusá-lo de traição ao rei.

Desconfiado sobre o estado de seu pai e tentando salvar a sua vida, Chang parte a procura de provas contra a rainha, mas acaba descobrindo uma praga que está assombrando o reino.

Cena de “Kingdom”, nova produção Netflix. Imagem: Divulgação.

Como citado acima, a série foge da linha onde os zumbis são vistos apenas como um fator de risco para a sobrevivência humana. Em Kingdom, isso se torna uma questão política. Entretanto, não se engane! Os zumbis são uma grande ameaça aos moradores do reino, visto que a dinâmica de ataque e transformação dos novos mortos-vivos são bem diferentes do que o público está acostumado.

Contando com apenas 6 episódios, a série consegue manter um bom ritmo e desenvolvimento. Cada plot iniciado é manejado de forma esplêndida e imprescindível para a história. A parte técnica se torna um deslumbre para os mais apaixonados pela arte. A fotografia é sempre muito iluminada e viva, mesmo nas cenas de ação, onde muitas produções preferem reduzi-la, nesse drama acontece de forma contrária.

O figurino e cenários também se destacam, principalmente por ser tratar de uma drama de época. Conseguiram utilizar o investimento da plataforma de streaming de forma impecável. Kingdom é uma ótima produção para curtir nesse final de férias e já foi renovada para a segunda temporada.

Confira o trailer abaixo.

POSTS RELACIONADOS

© 2019 Anitubey - Cinema TV | Todos os direitos reservados |

[email protected]