Baseada na obra literária de Diana Gabaldon, a série britânica da emissora Starz é um misto de romance, fantasia e contexto histórico.

No ano de 1945 após anos de trabalho como enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial, a inglesa Claire Randall viaja para a Escócia com o seu marido Frank, como uma segunda lua de mel para tentarem se reaproximar depois de anos separados durante a guerra.

Mas, logo após presenciar alguns fenômenos sobrenaturais, Claire acaba retrocedendo 200 anos no tempo parando em 1743, na época dos Levantes Jacobitas, uma série de rebeliões e batalhas ocorridas nos reinos da Inglaterra, Escócia e Irlanda. É durante esse cenário que ela encontra o escocês Jamie Fraser e o ancestral de seu marido, o capitão inglês Jonathan Randall.

O paralelo entre o mundo real e a fantasia

Apesar da premissa de viagem no tempo, Outlander consegue trazer um excelente equilíbrio entre a realidade e a fantasia. Na verdade, a fantasia serve de base para o desenvolvimento da trama principal que passa durante o século XVIII. Além da série abordar um romance em um contexto histórico como cenário, a produção também consegue alinhar bem o roteiro ao lidar com as diferenças culturais entre os anos.

A atriz Caitriona Balfe (Claire) na série “Outlander”.

Claire é uma personagem de ações críveis, altruístas e de personalidade inteligente. Sob o seu ponto de vista somos apresentados às diferenças gritantes ao longo dos séculos, desde os diálogos, os intrigantes conflitos da primeira temporada entre religião e medicina, a trama política, e a Batalha de Culloden entre o governo britânico e os Jacobitas em 1746, retratada na terceira temporada.

Destaque ao elenco de atores

Um dos principais acertos em Outlander encontra-se nas escolhas do elenco de atuação. Por aqui, os destaques ficam por conta de Caitriona Balfe, na pele de Claire Randall, já quatro vezes indicada ao Globo de Ouro de Melhor Atriz pelo seu trabalho na série, além de Sam Heughan como Jamie Fraser e a dupla interpretação de Tobias Menzies como Frank Randall e Jonathan Randall. A atuação desse trio é palpável, convincente e por vezes brutal em determinadas cenas.

O vilão Jonathan Randall interpretado por Menzies é um personagem odioso, sádico e impiedoso, uma versão muito divergente de Frank Randall. Sam Heughan na pele de Jamie Fraser desenvolve um personagem com um espírito guerreiro e extremamente cativante, sendo que mesmo nascido em uma civilização tão remota, ainda assim, é empático e parece estar muito a frente do seu tempo. Também não podendo deixar de fora a relação do casal, Jamie e Claire, a química entre ambos é notória.

Cenário e figurino

Toda a parte estética apresentada na série é belíssima. A responsabilidade pela concepção do figurino ficou ao encargo de Terry Dresbach. Já indicada ao Emmy na mesma categoria, a figurinista exerceu um trabalho deslumbrante ao retratar o figurino dos personagens, tanto que o uso de zíperes ou velcros não estiveram na confecção das peças, o que trouxe uma experiência mais realista da época.

Os atores Caitriona Balfe (Claire Fraser) e Sam Heughan (Jamie Fraser) na série “Outlander”.

Os figurinos presentes são minuciosamente bem produzidos, além de serem retratos fiéis do guarda-roupa usado no século XVIII, desde o uso do xadrez para diferenciação entre os clãs, e os kilts — vestimenta tradicional da cultura escocesa. Outra roupa destaque na primeira temporada está no casamento de Jamie e Claire, o vestido usado pela protagonista mostra o trabalho preciso de Dresbach nas camadas prateadas do figurino até a elaboração do bordado.

O nível da produção aumenta nessa categoria ao longo da segunda temporada. Durante a viagem do casal para a corte francesa, o guarda-roupa ganha tons muito mais vibrantes e luxuosos em cena.

Da esquerda para a direita Caitriona Balfe (Claire Fraser), Sam Heughan (Jamie Fraser) e Tobias Menzies (Jonathan Randall), episódio cinco da segunda temporada “Untimely Resurrection”.

Os cenários das gravações de Outlander também é um dos principais pontos positivos do seriado. As filmagens realizadas no território escocês externam o deslumbrante cenário do país. Os castelos Blackness Castle, localizados entre Edimburgo e Glasgow, e a famosa residência dos Frasers, Midhope Castle, ou Lallybroch, como chamada na série, são algumas das principais e belas locações da primeira temporada.

Livros e temporadas

Outlander é uma série de livros escritos da autora Diana Gabaldon. No total, oito livros já foram lançadas com cerca de 25 milhões de cópias já vendidas. A ordem correta dos livros conta com A Viajante do Tempo (1991); A Libélula no Âmbar (1992); O Resgate no Mar (1993); Os Tambores de Outono (1996); A Cruz de Fogo (2001); Um Sopro de Neve e Cinzas (2005); Ecos do Futuro (2009); Escrito Com o Sangue do Meu Próprio Coração (2015).

A autora já deu indicações sobre a escrita de um nono livro da série intitulado “Go Tell the Bees that I Am Gone”, em tradução livre (Conte às Abelhas Que Estou Partindo), ainda sem previsões de lançamento.

A produção da Starz conta com quatro temporadas já lançadas, sendo a última exibida recentemente. E, para quem se interessar em conferir a série, as três primeiras temporadas completas estão disponíveis na Netflix, nas quais as cinco e seis já foram confirmadas pelo canal. Confira o trailer abaixo.

 

POSTS RELACIONADOS

© 2019 Anitubey - Cinema TV | Todos os direitos reservados |

[email protected]