O programa envolve e emociona com transformações que vão muito além do exterior.

No início de 2018, a Netflix lançou o reboot da série Queer Eye for the Straight Guy, finalizada em 2007. A série, que agora recebe o nome de Queer Eye, tinha a premissa de transformar um homem hétero pelos olhos de cinco homens gays, e agora conta com transformações que excedem a orientação sexual.

Para realizar o trabalho, o reality conta com cinco integrantes especializados em diferentes áreas: Antoni Porowski (comida e vinho), Tan France (moda), Jonathan Van Ness (aparência), Karamo Brown (cultura), e Bobby Berk (design). Juntos, eles se consagram os Fab Five (Cinco Fabulosos). As diferentes especialidades do quinteto permitem que múltiplas áreas da vida do participante sejam exploradas e trabalhadas.

A produção já possui três temporadas e conta com oito episódios que duram 50 minutos. Em cada episódio, somos apresentados a um novo participante, à sua casa e família. Para mais, é apresentada a missão que o Fab Five terá que cumprir, que pode ir desde ajudar um participante a pedir a namorada em casamento como a ajudar um integrante a sair do armário. Apesar de um dos objetivos do programa ser aperfeiçoar a aparência do participante, o maior intuito é ajudá-lo a se tornar sua melhor versão.

Cinco Fabulosos, de “Queer Eye”, na Netflix.

Os Cincos Fabulosos passam apenas uma semana com o participante, mas mesmo em tão pouco tempo são capazes de trabalhar diversos dilemas. Por lidarem, em sua maioria, com homens héteros, o quinteto se depara com diversas questões fortemente ligadas à masculinidade tóxica, que acaba gerando problemas de autoestima, falta de confiança e comportamento.

Um ponto atraente sobre o programa é que o quinteto não está ali para ridicularizar ou pedir para o candidato se tornar outra pessoa. Cada transformação se ajusta ao perfil do indicado e, para isso, os especialistas procuram conhecer o indivíduo, seus gostos, estilo e o porquê dele não se sentir bem consigo mesmo.

“Você ser quem realmente é não vai ofender ninguém. As pessoas não causarão problema porque está sendo você mesmo. E se ficarem preocupadas, problema delas. Você é feliz. ” – Tan France, Episódio 4, Temporada 1

Além de conhecer mais os participantes, o espectador tem a oportunidade de relacionar-se com o Fab Five. A fim de apoiar os integrantes, o quinteto se humaniza compartilhando histórias pessoais e sendo o exemplo de que é possível superar qualquer obstáculo. O programa permite o diálogo entre grupos que jamais esperaríamos e isso torna tudo ainda mais cativante.

A mudança do nome do reality de Queer Eye for the Straight Guy para apenas Queer Eye simboliza o propósito de ajudar não só homens héteros, mas sim qualquer um que precise. Em sua primeira temporada, o seriado contou com apenas homens héteros e um gay como membros, mas as segunda e terceira temporadas contam com gays, lésbicas e até mesmo transexuais.

A quarta temporada ainda não foi confirmada pela Netflix, mas teremos um especial de quatro episódios gravados no Japão que será lançado ainda esse ano. Confira o trailer abaixo.

POSTS RELACIONADOS

© 2019 Anitubey - Cinema TV | Todos os direitos reservados |

[email protected]